Sinais silenciosos que podem indicar estresse

O estresse é um grande vilão dos dias de hoje. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 90% da população mundial é afetada por essa doença. Os dados alarmantes mostram que é imprescindível ficar atento aos sinais para combater o problema o quanto antes.

Em primeiro lugar, é preciso entender como se dá o estresse. Faz parte do senso comum a crença de que esse distúrbio está relacionado a problemas como prazos curtos, cobranças e problemas familiares. No entanto, até mesmo acontecimentos positivos e características pessoais podem ser grandes ‘estressores’ responsáveis pela sua instabilidade emocional.

O que são estressores e quais os tipos?

Por definição, um agente estressor é qualquer fator que desencadeie o estresse. Há dois tipos de estressores: os internos e os externos.

  • Estressores internos: são aqueles que partem de características psicológicas de cada um de nós. Por exemplo, o perfeccionismo, excesso de autocobrança e a pressa são alguns deles.
  • Estressores externos: são aqueles relacionados com acontecimentos cotidianos. Nesse caso, enquadram-se tanto coisas positivas, quanto negativas. Ou seja, a descoberta de uma gravidez, mudança de carreira, divórcio, demissão, entre outros.

Dessa forma, você pode ser uma pessoa estressada sem saber ou perceber o impacto desas pequenas coisas na sua saúde mental.

Como identificar o estresse?

O seu corpo pode estar dando todos os indícios necessários de que você está estressado e precisando ficar mais de bem com a vida. Porém, muitos desses sinais são silenciosos e podem ser confundidos com sintomas de outras doenças.

Por isso, se você não tiver nenhum problema de saúde e se identificar com um ou mais dos cinco sintomas abaixo, pode ser que esteja estressado. Confira:

1. Dor de barriga

Quando o estresse se instala, o corpo pode produzir mais suco gástrico, que é usado para digerir alimentos no estômago. Assim, a acidez do suco gástrico provoca azia. Para aliviar a dor, tome um antiácido ou um chá de gengibre.

2. Acne

O estresse libera uma substância chamada cortisol, que faz as glândulas da pele produzirem mais gordura. Assim, é possível que pessoas estressadas tenham problemas com acne. A acne causada pelo estresse pode surgir em qualquer ponto do corpo, como no pescoço ou entre as coxas. Você pode lavar o rosto com chá verde ou passar babosa pura para aliviar os efeitos.

3. Confusão mental

A concentração também é prejudicada pelo excesso de cortisol, que causa problemas de ansiedade, memória e depressão. Por isso, você pode perder momentaneamente a memória e se esquecer de eventos, onde colocou certo objeto ou algum nome. Neste caso, não tem jeito: você precisa relaxar por alguns momentos. Procure atividades relaxantes como massagens ou outra que te agrade para distrair a cabeça.

4. Mudança repentina de peso

Ainda sob efeito do excesso de cortisol, o corpo pode sofrer mudança repentina de peso. Ele muda o metabolismo de gordura, proteína e carboidratos no corpo, o que desregula o seu funcionamento. Portanto, pode haver ganho ou perda de peso inesperados.

5. Queda de cabelo

Os folículos capilares, pequenas bainhas que envolvem a raiz do cabelo, podem ser fechados quando uma pessoa está estressada. Algum tempo depois, os fios podem começar a cair. Além de relaxar, você pode usar shampoos especiais e hidratar o seu couro cabeludo para reverter a situação.

31/10/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)