Marido aplicava medicamentos para matar esposa internada

marido

A polícia indiciou um técnico de enfermagem suspeito de tentar matar a mulher com medicamentos em Joinville (SC). As primeiras suspeitas apareceram quando a vítima estava internada. O casal está separado há mais de um ano.

O caso aconteceu quando Gilmara, de 46 anos, estava internada. Em depoimento, a equipe médica que cuidou dela relatou que começou a desconfiar do marido porque sempre que ele a visitava, ela piorava.

A investigação durou mais de um ano até a polícia encontrar elementos suficientes para indiciar Claiton do Canto Lucho, de 45 anos, por tentar cometer o assassinato. Os dois eram casados há 13 anos e estavam separados há mais de um ano. Segundo a polícia, Claiton desviou os medicamentos usados para aplicar na vítima do hospital onde trabalhava.

As primeiras pistas do crime foram encontradas no quarto onde a vítima estava internada num hospital particular da cidade. Eram seringas contendo medicamento de uso restrito em centros cirúrgicos.

Exames comprovaram a aplicação do medicamento, que não havia sido prescrito para a paciente. De acordo com o delegado responsável pelo caso, a quantidade aplicada em Gilmara era suficiente para matá-la.

Na casa do suspeito, a polícia encontrou dezenas de cartelas e seringas de uso hospitalar. Notas fiscais e números de série comprovaram que os materiais foram desviados do Hospital Municipal São José. O material foi devolvido

Há duas semanas, o técnico em enfermagem foi afastado de suas funções. O hospital também abriu um processo administrativo para apurar a conduta do servidor público. Além de tentativa de feminicídio, Claiton foi indiciado por peculato, mas permanece solto. A suspeita é de que mais envolvidos podem ter contribuído com o crime.
Fonte: R7