Paquistanesa famosa na web é morta em “crime de honra” pelo irmão

Segundo relatos dos pais da vítima para a polícia, seu filho tinha ameaçado Qandeel pelo tipo de vídeos que ela publicava em redes sociais como Facebook.

naom_578a58484c6a5

A paquistanesa Qandeel Baloch, famosa pelos vídeos sensuais que publicava na internet, morreu estrangulada por seu irmão, neste sábado (16), em mais novo caso de “crimes de honra” no Paquistão. Esse tipo de crime são assassinatos cometidos por familiares por uma afronta moral.

Segundo a agência de notícias EFE, a jovem de 25 anos, cujo verdadeiro nome é Fauzia Azeem, morreu estrangulada por seu irmão Muhammed Wasim na casa de seus pais na cidade de Multan, na província oriental de Punjab.

Segundo com relatos dos pais da vítima para a polícia, seu filho tinha ameaçado Qandeel pelo tipo de vídeos que ela publicava em redes sociais como Facebook, onde conta com quase 730 mil seguidores, e tinha ordenado que ela encerrasse sua atividade na rede.

O irmão apareceu ontem à noite na casa de seus pais onde estava a jovem, que vivia lá fazia uns dias, afirmou o policial. “Ela não tinha solicitado proteção policial, se não teríamos proporcionado”, garantiu o chefe da polícia local, Azhar Akram.

No entanto, de acordo com o jornal local “The Express Tribune”, Qandeel Baloch tinha pedido diversas vezes proteção ao Ministério do Interior paquistanês pelas contínuas ameaças que recebia, mas “ao não receber resposta” se tinha decidido abandonar o país.

Notícias ao Minuto