Prestadores de serviço do IML voltam ao trabalho após reunião

Após ouvir o proprietário da empresa, servidores encerraram a interrupção dos serviços e retornaram aos trabalhos normalmente

Corpo-foi-levado-para-o-IML-Arquivo-Alagoas-24-Horas

Os funcionários da empresa terceirizada prestadora de serviços do Instituto de Medicina Legal de Alagoas normalizaram o atendimento ao público no final da manhã desta segunda-feira (18).

A decisão foi tomada, após reunião com o proprietário da empresa, onde ficou definido o pagamento, ainda esta semana, do vale refeição dos funcionários, única pendência existente entre a empresa e os funcionários.

O empresário Wagner Freire se reuniu com os funcionários e com representantes da Perícia Oficial do Estado de Alagoas e do IML. Ele explicou que não existia pendência salarial, e que as remunerações haviam sido pagas dentro do prazo previsto em lei, e que apenas o vale refeição não teria sido creditado na conta dos funcionários, mas ele se comprometeu de resolver essa pendência ainda está semana.

Segundo os servidores, não se tratou de uma greve e sim de uma paralisação parcial dos serviços para a realização da reunião, por conta disso, houve um atraso na liberação dos corpos e no atendimento ao público. Mas, após ouvir o proprietário da empresa, eles decidiram encerrar a interrupção dos serviços e retornar aos trabalhos normalmente.

O perito-geral da Pericia Oficial, Manoel Melo, ressaltou que durante a paralisação nenhum corpo ficou sem recolhimento no Estado. E que desde o anúncio da solicitação da reunião se esforçou para reverter à situação e procurar um caminho de diálogo entre a empresa e seus funcionários, fato este alcançado, sendo resolvidos os empasses com o retorno imediato dos prestadores aos seus postos de trabalho.

Aarão José – Agência Alagoas

18/07/16